Enquete 368- Não é Medicina defensiva?

A recomendação Nº 1/2016 http://portal.cfm.org.br/images/Recomendacoes/1_2016.pdf que dispõe sobre o processo de obtenção de consentimento livre e esclarecido na assistência médica contém um anexo como orientação da elaboração.

O anexo inclui:  b) A forma verbal é a normalmente utilizada para obtenção de consentimento para a maioria dos procedimentos realizados, devendo o fato ser registrado O esclarecimento claro, pertinente e suficiente sobre justificativas, objetivos esperados, benefícios, riscos, efeitos colaterais, complicações, duração, cuidados e outros aspectos específicos inerentes à execução tem o objetivo de obter o consentimento livre e a decisão segura do paciente para a realização de procedimentos médicos. Portanto, não se enquadra na prática da denominada medicina defensiva (grifo nosso).

Você concorda com a afirmativa grifada em negrito?

Carregando ... Carregando ...

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *