Enquete 300: Conexão médico-paciente na terminalidade da vida

rodaq

Crédito: http://www.jhartfound.org/images/uploads/resources/ConversationStopper_ACP_poll_Final_Slides.pdf

end1

Crédito: http://www.jhartfound.org/images/uploads/resources/ConversationStopper_ACP_poll_Final_Slides.pdf

O  diálogo médico-paciente sobre a proximidade da morte tem deixado de ser um tabu, lentamente, é verdade. Crescem as apreciações éticas sobre a terminalidade da vida. O desenvolvimento do tema com clareza entre médico e paciente deixa de ser vista como uma violência  e passa a ser fator de respeito à dignidade.

Os quadros acima ilustram pesquisa recente que evidenciou números ainda aquém do desejável. Destaco que  cerca de 70% dos entrevistados declararam carência de treinamento para a conversa direta com o paciente/familiar e que cerca de 50% deles não sabem sobre o que exatamente abordar acerca da terminalidade da vida.

O aperfeiçoamento da conexão médico-paciente na terminalidade da vida requer disponibilidades de:

Visualizar Resultados

Carregando ... Carregando ...

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *