233- Um Potter, não o Harry, mas o Van Rensselaer também preocupado com bruxo das trevas

A certidão de nascimento da Bioética contemporânea é o livro Ponte para o Futuro publicado por Van Rensselaer Potter (1911-2001), em 1971.

As primeiras palavras do prefácio expõem que o objetivo do livro é contribuir para o futuro do homem por prover uma ponte entre ciência e humanidades, cujo afastamento que se vê uma da outra traz dúvidas sobre o futuro.

Já ao início do primeiro capítulo do livro – Bioética, a ciência da sobrevivência- Potter manifesta que a Humanidade necessita urgente de nova sabedoria para usar o conhecimento em prol da sobrevivência e da qualidade de vida.

O final do livro- Ação futura- é texto que não pode ser ignorado por todos que militam na Bioética: Se o Credo em Bioética (Quadros) é desejo individual aceito por parcela substancial de cientistas influentes em diferentes partes do mundo, outros, deveriam ter a coragem de  se juntar ao movimento universal… Os Estados Unidos da América deveriam mudar o modo de vida no sentido de expressar melhor preocupação pelo futuro e pelo resto do mundo, dando exemplo de bioética em ação. Credos não devem ser considerados produtos finalizados, mas devem ser constantemente reexaminados e aperfeiçoados e novas afirmações devem ser adicionadas… Parece certo que a sobrevivência é possível somente quando os sistemas de crenças sejam compatíveis com a situação mundial. No passado, os resultados de superstições equivocadas foram locais e os desastres também.  Agora, o mundo todo está sob influência de eventos em qualquer parte dele.  Mudar a perspectiva é preciso,  mas a mudança chegará a tempo?

credo1credo22credo33

http://pt.scribd.com/doc/255219031/Bioethics-Bridge-to-the-Future-Potter

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *