Enquete 43: Filho marca consulta para ter informações sobre o pai internado

Filho de paciente que está internado marca uma consulta com o médico assistente do pai e revela que o objetivo é saber tudo sobre o que está acontecendo com o pai, que este não sabe desta iniciativa e que vai pagar a consulta. O paciente está capaz, conversando normalmente e plenamente partícipe das tomadas de decisão. Qual deve ser a atitude do médico?

2 comentários sobre “Enquete 43: Filho marca consulta para ter informações sobre o pai internado

  1. Com certeza há um equívoco na situação. O esclarecimento das questões relacionadas com o motivo da internação devem ser compartilhadas com o paciente ou com quem ele determinar como seu representante, fazendo parte do tratamento, no ambiente hospitalar. Algo nessa situação sugere que o filho deseja ‘comprar’ informações sobre o estado do pai… Caso o filho seja extremamente respeitoso com relação ao tempo médico – algo nada habitual em nosso meio – acredito que o médico deveria colocar que ali há um mal entendido.

  2. acho que se o filho procurou o médico no seu consultório, ao invés de no hospital, acho que o médicos deve cobrar pelo seu tempo. Se o filho procurasse o médico durante a visita hospitalar, à beira do leito do seu pai, que é o lugar correto para se obter notícias, seria o certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *