A anatomia na boca

lettersO profissional da Saúde é quem mais conhece anatomia. Mas não é preciso ser um conhecedor da estrutura do corpo humano para se comunicar empregando expressões linguísticas com conteúdo anatômico. Alguns viraram ditados populares, inclusive.

A língua portuguesa é rica em termos construídos com referência ao corpo humano. Relaciono 3 dúzias deles:

1.       Não ter papas na língua

2.       Dar uma dó no coração

3.       O crânio da classe

4.       De mão beijada

5.       Desopilar o fígado

6.       Estômago de avestruz

7.       Fazer a barba, cabelo e bigode

8.       De peito aberto

9.       Indivíduo escroto

10.   Meter os pés pelas mãos

11.   Torcer o nariz

12.   No do ouvido

13.   Nervos à flor da pele

14.   Unha de fome

15.   Puxão de orelha

16.   Custar os olhos da cara

17.   Não dar ouvidos

18.   Pegar na veia

19.   Quebrar a  mão

20.   O cérebro do negócio

21.   Fazer nas coxas

22.   Ficar de cabelo em

23.   Tirar água do joelho

24.   O olho do dono

25.   O dedo do gigante

26- Na ponta da língua

27- Ombro amigo

28- Ser um braço da organização

29- Sem pulso para comandar

30- Abrir as pernas

31- Osso duro de roer

32- Ele fará a articulação política

33- A principal artéria do bairro

34- Sempre deu o sangue pela empresa

35-Na boca do povo

36- Meter  a mão em cumbuca

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *