166- A sustentável leveza ética do ser médico

balançaO Código de Ética Médica é pesado. O seu cumprimento é leve. O jovem médico logo descobre respeitando-o e se conduzindo segundo os próprios valores bem edificados.

Ele se dará conta que a voz da consciência como fio condutor de atitudes não é conflitante com o É vedado ao médico. Facilita a  fluidez da realização competente do ato médico, contribui para a redução dos atritos com os desafios e sustenta leveza ética.

Salvo as inevitáveis exceções, o jovem médico  percebe que o progressivo acréscimo de bagagem técnico-científica e de  vivência da beira do leito provoca o sentimento de superação que faz apreciar-se cada vez mais à vontade na beira do leito para praticar prudência e zelo. O paradoxo do peso da sabedoria determinando leveza do ser médico.

A cada ato ético que pratica, uma balança mágica na beira do leito lhe mostra o equilíbrio entre o prato com o peso do Código de Ética Médica e o prato com a leveza da conscientização da própria eticidade. Continue lendo