HM20- O passado de fontes não médicas da Medicina (Parte II)

A parte I http://bioamigo.com.br/?p=4884 deixou evidente o desequilíbrio entre a baixa disponibilidade pelo médico e o alto crédito da sociedade a respeito da eficiência dos recursos para cuidar do doente ao longo de  séculos. A autoridade de médico estava muito mais centrada na sua atitude presencial de acolhimento ao paciente do que nos instrumentos técnicos para influenciar expressivamente a história natural das moléstias.

Nesta segunda parte, apresentamos algumas curiosidades sobre o desenvolvimento de benefícios terapêuticos a partir do acaso, do inconformismo com uma declaração de mau prognóstico e da simbiose de um povo com bens naturais. Continue lendo