129-Bioética e Clínica Soberana

A Clínica é Soberana.  É para falar à boca cheia ou para esquecer?

Será que a proverbial expressão dos clínicos persiste uma grande chave da Medicina ou tão-somente um chavão? Conserva utilidade para abrir portas de direcionamento para diagnóstico e para conduta terapêutica ou tornou-se termo desgastado, desprezado mesmo, quiçá peça de museu?

Entendo que a Clínica mantém a majestade. A ser honrada numa grandeza que é periodicamente recalibrada, pari passu com recombinações do clássico e de inovações de uma Medicina cada vez mais globalmente normatizada. Continue lendo