BioAmigoBR 106- Pintora na Semana de Arte Moderna de 1922

anita-malfatti-3-728

Anita Malfatti

o-homem-amarelo2

O homem amarelo, obra de Anita Malfatti

A Semana de Arte Moderna realizada de 11 a 18 de fevereiro de 1922, no Teatro Municipal de São Paulo, mostrou  inovações e artistas brasileiros na busca de identidade própria e da liberdade de expressão.  Na pintura, uma mulher destacou-se:  a paulistana Anita Malfatti (1889-1964). Ela apresentava uma deficiência congênita no membro superior direito e desenvolveu habilidade com o braço esquerdo.

Anita ficara famosa, anos antes, em 1917, quando  realizou uma exposição artística inovadora que dividiu opiniões entre personalidades mais conservadores e mais modernistas. Os quadros expressionistas motivaram uma ácida crítica de José Bento Renato Monteiro Lobato (1882-1948), no artigo “Paranoia ou mistificação?”, publicado no jornal O Estado de S.Paulo. A reação de jovens artistas à incompreensão de Monteiro Lobato foi inspiração para a divulgação do movimento modernista por meio da Semana de 1922.