29-Medicina Narrativa e Bioética

relmédpacA Bioética contribui para uma mais adequada leitura da beira do leito. Pelo médico e pelo paciente. Para ler a beira do leito, ambos precisam compartilhar informações. O paciente, por exemplo, expõe a anamnese, enquanto que o médico informa, por exemplo, opções de conduta diagnóstica e terapêutica.

Considerando que o médico deve relatar para o paciente os prós e os contras, os benefícios e os malefícios do aplicável, e, quando possível, dar números sobre probabilidades, fica claro que é o compartilhamento de informações que deve constar na base da tomada de decisão autorizada pelo paciente. Portanto, não devemos pensar em  compartilhamento da decisão com o paciente, e sim, em empenharmos para oferecer-lhe uma plataforma do conhecimento pertinente da Medicina, para que ele compreenda a essência dos movimentos possíveis.

Dentro desta lógica, a participação do paciente não deve ser a de tão somente dar aceitação a uma proposição  de conduta do médico, mas ela deve ser a de receber elementos para o seu juízo e ter um período de tempo para os analisar e fazer escolhas. Continue lendo