28-Crono conselheiro da beira do leito

Crono é a personificação do tempo. Crono é pai de Quiron (origem de cirurgia). Quiron  criou e ensinou Medicina a Asclepio, o deus da Medicina.

É essencial para o exercício ético da Medicina que haja uma unidade de pensamento sobre o passado, o presente e o futuro. Uma inovação tornar-se-á rotina? Substituirá a existente? O tempo dirá…

O tempo é uma ferramenta, é um método, é um objetivo na beira do leito. Conduta expectante, cicatrização por segunda intenção, uso de um fármaco por 10 dias consecutivos comprovam que o médico nunca deixa de lado o tempo. Embutido no prognóstico, ele, inclusive, define se a atuação deve ser  eletiva, urgente ou em emergência.

Há muito tempo lido com doença valvar. Por isso, adquiri experiência no diagnóstico e no tratamento da endocardite infecciosa. Na junção das duas, consolidei vivência com a profilaxia da endocardite infecciosa em portador de doença valvar. A expertise foi valorizada pelo feedback com a Unidade Clínica de Valvopatia do InCor, um Serviço que conquistou a credibilidade de referência.

Em 1972, perante um paciente com doença valvar predisponente à endocardite infecciosa, recomendávamos o uso profilático da penicilina, uma hora antes de um  procedimento dentário com risco de bacteriemia que pudesse levar à colonização de uma valva lesada e a sua repetição pelos dois dias seguintes. Continue lendo