HM9-Adib Domingos Jatene (1929-2014). Um epônimo brasileiro

EponFoto
Batista, Jatene, Macruz e Barbero-Marcial

O blog Bioamigo presta homenagem a Adib Domingos Jatene (1929-2014), o médico brasileiro que se tornou mundialmente reconhecido. É público o conhecimento sobre suas  atividades plurais como cidadão, cirurgião, professor e funções político-administrativas.

Desejamos destacar a contribuição do Prof. Adib que o tornou um epônimo- alguém que confere seu próprio nome para designar algo, especialmente uma obra sua. É a operação de Jatene, uma técnica de correção anatômica em casos de Transposição dos Grandes Vasos – doença congênita- que consiste no reimplante da aorta e da artéria pulmonar com transferência das artérias coronárias.

A Cardiologia do Brasil tem 7 epônimos. Os demais seis são o mineiro da cidade de Oliveira, Carlos Ribeiro Justiniano das Chagas (1879-1934)- Doença de Chagas-, o paulista  da cidade de São José dos Campos, Astrogildo Machado (1885-1945), o paraense de Belém, Cezar Guerreiro (1885-1949)- Reação de Machado-Guerreiro-, o mineiro da cidade de Passos, Randas José Vilela Batista, nascido em 1947- Técnica de Batista-, o argentino da cidade de Rio Quarto, naturalizado brasileiro, nascido em 1940, Miguel Barbero-Marcial- Operação de Barbero-Marcial- e o paulistano Radi Macruz, nascido em 1925- Índice de Macruz. Continue lendo