HM2-Males da natureza, bens pelo homem

Uma resolução histórica para a Medicina no estado de São Paulo, com significado na Bioética. O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP)  publicou a Resolução 268/2014, de 9 de outubro de 2014, que regulamenta o uso do canabidiol nas epilepsias mioclônicas graves do lactente e da infância, refratárias aos tratamentos convencionais (http://www.cremesp.org.br/?siteAcao=NoticiasC&id=3404).

O fato traz à memória aspectos históricos da Farmacologia de ligação de medicamentos a substâncias venenosas, este adjetivo aqui utilizado num sentido bem amplo.

Da linda papoula extrái-se o terrível ópio que contém uma substância que ingerida leva para os braços de Morfeu, a morfina, bem como concentrações de codeína e de papaverina. Morfina, codeína e papaverina são apresentadas em  ampolas, comprimidos, gotas à disposição da prescrição  ética, um benefício que a Natureza proveu para o homem, que soube dar-lhes forma farmacêutica. Continue lendo